O que Fazer Em Cruz Machado?

Descubra neste post, o que fazer em Cruz Machado: Capital Estadual da Erva-Mate Sombreada, a Cidade das Águas!



Cruz Machado é uma cidade com diversas etnias, costumes e culturas, juntadas em um longo traço de gente simples e honesta que batalha pelo crescimento do município, de gente que faz a diferença. A extensão territorial é a décima oitava do Estado do Paraná, repleta das mais belas paisagens.

A natureza construiu uma marca muito forte nesta região, ela se encarregou de arquitetar minuciosamente um plano de belas e marcantes áreas turísticas. Na área urbana, temos as praças e monumentos esculpidos em madeira, belas igrejas, casas históricas, praças agradáveis e um museu etnográfico sem igual.

A área rural, mais extensa, tanto em território quanto em população, abrange uma cadeia de cachoeiras monumentais (+ de 40 conhecidas) distribuídas por todo o município e é abrigo da 2ª maior araucária do Paraná.

Ao redor da cidade temos os alagados do Rio Iguaçu e Rio da Areia, muito frequentados por pescadores de todos os lugares do Brasil, não obstante disto, a prática de esportes náuticos é muito apreciada pela vastidão de lagos e rios.

Os esportes de aventura não poderiam faltar, os diversos paredões de pedra propiciam experiências de tirar o fôlego, e tratando disso, no alto do paredão encontra-se a histórica Capelinha do Paredão, cartão postal da cidade!

Cruz Machado é a Capital Estadual da Erva Mate Sombreada, estando entre a maiores produtoras do mundo, rica em produtos derivados deste ouro verde com um tempero étnico único.

Quando Ir à Cruz Machado?

A cidade e suas atrações podem ser visitadas em qualquer época do ano, porém, há atrações que são mais indicadas em meses específicos, confira!

  • -De novembro a março, ponto alto do calor, recomendado para atividades aquáticas nos lagos do Iguaçú e Rio da Areia, como standup paddle, caiaque, jetski, nado e pesca.
  • -De Junho a Agosto os períodos de frio mais severo, indicado para férias em chalés e pousadas, e também as tradicionais festas juninas.
  • -Para vivenciar a festa da Erva-Mate, aniversário do municipio e semana natalina, os meses de setembro a dezembro também são ótima pedida.
📍Festerê na Praça Papa Pio XII – Centro


Como chegar à Cruz Machado?

A cidade fica localizada no Sul do Paraná, a 280km da capital Curitiba, o aeroporto mais próximo está a 55km, na cidade vizinha de União da Vitória.

O melhor mesmo é fazer a viajem de carro ou moto, e aproveitar a região Sul do Paraná, com forte ascendência polonesa, ucraniana, alemã e italiana, podendo assim ampliar a experiência com uma grande diversidade culinária, enoturismo (vinhos), rotas de cachoeiras, passeios de barco e o turismo religioso.


Onde ficar em Cruz Machado?

A cidade conta com 3 hotéis localizados no centro, e para os que querem ficar mais perto da natureza, existem pousadas a beira do lago. As hospedagens tem um preço acessível e possuem estacionamento para os hóspedes.



📍Dormitório hotel – Centro


Onde comer em Cruz Machado?

Há ótimas opções de restaurantes, lanchonetes, bares, pubs e panificadoras, os quais servem os mais diversos pratos, incluindo comida árabe e japonesa.



📍Barca Lovers


A Erva-mate de Cruz Machado


Cruz Machado, é um dos maiores produtores de erva-mate sombreada do Brasil, a erva sombreada tem sabor único, mais adocicada que a erva cultivada a pleno sol, atualmente, são produzidas mais de 100 mil toneladas de erva-mate, destinadas para os mais diversos estados do país, transformando-se em cosméticos, chás, compostos para alimentos, erva para chimarrão, tereré, e muitas outras aplicações.

Por este motivo, ganhou o título de capital estadual da erva-mate sombreada, estando inclusive para se tornar Capital Nacional!


Pontos turísticos de Cruz Machado

A cidade tem grande extensão territorial, isto posto tem-se em mente que as atrações na natureza são diversas e distantes, todavia existem inúmeros locais para serem visitados que estão próximos do centro, vamos ver alguns:


Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus

A igreja mais imponente da cidade está localizada logo ao lado da Praça Papa Pio XII, e leva o nome do padroeiro, seu jardim é muito bem cuidado e possui local para orações, a iluminação noturna também é bem convidativa.

📍Igreja Matriz Sagrado coração de Jesus, Praça Pio XII, 90, Matriz.

Monumento Irmã Ambrósia

Local com uma história de heroísmo, muito bem zelada pela Igreja Imaculado Coração de Maria, o ambiente é tranquilo e agradável para visitação, conta com banheiros e capela de orações com características típicas ucranianas, muito próxima ao monumento está a Cachoeira do Rio das Antas que vale a pena ser conferida

📍Monumento Irmã Ambrósia, Rio das Antas, PR-447 km-39.

Praça Sacerdote Daniel Niemiec

A bela praça faz parte do complexo da Matriz de Santana, onde também está localizado o Museu da Cultura Polonesa, o local possui diversos quadros entalhados em madeira, contando passagens bíblicas.



📍Praça Sacerdote Daniel Niemiec, Avenida Elvino Barczak, 500, Santana.

Museu Etnográfico da Cultura Polonesa

O Museu Etnográfico da Imigração Polonesa está localizado no distrito de Santana, na cidade de Cruz Machado (PR), aproximadamente 17 quilômetros do centro da cidade. O Museu que foi construído em 1995 com a ajuda da comunidade, contêm fragmentos históricos que retratam a história dos imigrantes poloneses que chegaram ao município em 1911.

Construído em estilo polonês, o museu expõe objetos relacionados com a história da imigração e também da história do falecido padre Daniel Niemiec, que foi quem idealizou o projeto do museu. Além do museu, a estrutura ainda conta com uma casa típica polonesa, as butkas (moradias de 3x4m), igreja e o local de trabalho representado por objetos e ferramentas utilizadas na época.

A idealização do museu e demais construções foram planejadas e projetadas pelo padre Daniel. A Irmã Madalena Valenga conta que quando o padre Daniel chegou havia uma igreja velha, que estava amarrada com cordas para não cair. Imediatamente ele arquitetou uma nova igreja e, em seguida, deu início às construções do museu. “Ele sempre se preocupou com a cultura humana, política e cristã de toda a comunidade”, conta.

📍Museu Etnográfico da Cultura Polonesa, Avenida Elvino Barczak, 500, Santana.

Capelinha do Paredão

Considerado o ponto mais alto da cidade, em que o silêncio, a serenidade e a tranquilidade predominam, está localizado o cartão postal da cidade de Cruz Machado, a Capelinha do Paredão. O monumento está situado na Linha Paredão, a uma distância de seis quilômetros do centro da cidade.

A ideia da construção do monumento foi do finado padre Pedro Canísio, que deu início as obras em 1966. Ele sonhava com a construção de uma capela e escolheu o ponto mais alto da cidade para a construção. Com ajuda da prefeitura e de voluntários da comunidade a construção foi realizada.

A Capelinha do Paredão possuiu uma grande importância histórica e religiosa para o povo cruzmachadense. São 1.114 metros acima do nível do mar, é um lugar de pura beleza, retiro e lazer aventureiro.

O magnifico ponto turístico é muito frequentado por pessoas religiosas, que fazem promessas, orações e momento de reflexão. Além do local religioso, o lugar também proporciona trilhas para caminhadas, possui paredões para prática de rapel e escaladas. O principal atrativo é o mirante, que oferece uma vista para toda a cidade, proporcionando também a visualização do interior do município, com represas e montanhas.


📍Capelinha do Paredão, Linha Paredão, Zona Rural.


Araucária Gigante

A Araucária Gigante está na localidade na linha Yapó, no município de Cruz Machado (PR), aproximadamente 14 quilômetros do centro da cidade. A árvore possui mais 750 anos e os galhos chegam a 42 metros de altura (topo).

Só de circunferência tem quase 7 metros, medido a 1 metro do chão, o que lhe garante o título de umas das maiores araucárias do Estado do Paraná. A araucária está localizada em propriedade particular que permite visitação com autorização.


📍Araucária Gigante, Linha Japó, Zona Rural.


Alagados

Cruz Machado, em função da construção da Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha, teve dois de seus principais rios lindeiros represados, o Rio da Areia e o Iguaçu, causando o alagamento de uma vasta área municipal.

Apesar dos terrenos comprometidos, a obra propiciou ao município uma ampla faixa de água, que se tornou muito procurado por pescadores, pela sua diversidade de peixes, e pelos praticantes de esportes náuticos, como atividades de remo, stand-up paddle, jet sky, vela ou mesmo para pratica da natação. Destino de visitação de muitos praticantes do Cicloturismo.


📍Alagado do Iguaçu, Linha palmeirinha, Zona Rural.


Cachoeira Barra do Palmital

A Cachoeira Barra do Palmital é um importante ponto turístico da cidade, sendo local tranquilo e com trilhas que conduzem até o Alagado do Rio Iguaçú, que tem esta condição por conta da barragem Foz do Areia. A queda de água tem um amplo local para contemplação, bem como partes que possibilitam o banho (com os devidos cuidados) e até mesmo partes bem rasas com baixa correnteza ao termino da queda principal, onde é possível a transposição com a água no nível do joelho de uma pessoa adulta.


📍Cachoeira Barra do Palmital, prolongamento da Av Brasil, Nova Concórdia, Cruz Machado-PR.


Cachoeira da Gruta

A Belíssima queda d’agua leva esse nome por ter uma gruta, após uma pequena escadaria, construída pelo proprietário para orações, a visitação é permitida e de fácil acesso. O local costuma ser destino em atividades de cicloturismo e está a apenas 9km do distrito de Santana.


📍Linha dos Couros, Zona Rural, Cruz Machado-PR.


Cachoeira do Rios das Antas

Bem próxima ao Monumento Irmã Ambrosia, uma ótima opção para complementar a visita as belas construções do local, a cachoeira está logo ao lado da estrada, podendo ser vista de cima com facilidade.


📍Cachoeira Rio das Antas, Comunidade Rio das Antas, Cruz Machado-PR.


Quer conhecer mais cachoeiras do município? Clique no link abaixo.

->Conheça mais cachoeiras!

Mapa com os Pontos Turísticos