Desenvolvimento Regional, com foco a erva mate é tema de reunião da Amsulpar

A Prefeitura Municipal de Cruz Machado esteve participando, na manhã da última sexta-feira, 28 de junho, de uma importante reunião da Amsulpar – Associação dos Municípios do Sul do Paraná, realizada no município de General Carneiro. O encontro, que contou com a participação de prefeitos e integrantes da administração de municípios de nossa região teve como tema principal as maneiras e propostas para o desenvolvimento regional, como por exemplo algumas estratégias para estar aumentando a arrecadação do ICMS (imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação).

O evento teve a presença ainda de membros da Emater, Receita Estadual e da Rede Massa de Televisão, emissora afiliada ao SBT no Paraná, que por sua vez propôs aos municípios da Amsulpar uma parceria para que nossa região seja mais divulgada a âmbito estadual, fazendo com que seja fortalecida a questão turística, mostrando, principalmente, a erva mate e seus derivados, hoje carro chefe de nossa região, sendo que nossa regional é a maior produtora de erva mate sombreada no mundo, a qual, em comparação com as demais, é mais lucrativa, possui um sabor mais suave e ainda contribui com a preservação de espécies nativas.

A Emater, por sua vez destacou o PROJETO HF  como uma das grandes alternativas  para os municípios valorizar a produção de Hortaliças e Frutas bem como aumentar a arrecadação comercialização regionalizada. Sobre este tema, a Prefeitura Municipal já está estudando um projeto para a aquisição de um veículo para uso exclusivo das cooperativas, as quais trabalham diretamente com este público, o que ajudará e muito o produtor rural a expor seus produtos no mercado comercial.

A Receita Estadual do Paraná, no encontro, esteve repassando os índices de ICMS, expondo maneiras para aumentar tais índices, formas para incentivar o produtor rural a emitir mais notas, o que é um grande benefício a ele e também ao município. Neste dia também foi comentada maneiras para mudar a questão do ICMS da erva mate, para que o ICMS deste produto fique no município de origem, ou seja, onde é colhida a matéria prima do mate, e não para o município para onde é feita a exportação, como é atualmente.

Noeli Maria Pasa Barczak, representante da administração municipal no evento, ficou bastante entusiasmada com o que ouviu na manhã de sexta-feira, afirmando que o nosso principal produto, a erva mate, tem tudo para estar levantando a economia do município, que já é considerado um dos maiores produtores de erva mate do Brasil, e quem sabe do mundo, podendo chegar mais longe ainda, e consequentemente dando melhores condições ao produtor, ao município e a todos que fazem parte deste processo, mas para isso é preciso estar expondo nosso produto, nosso nome para cada vez ficar mais fortalecido. “Foi uma manhã bastante produtiva, com questões muito relevantes para nosso município, e sem dúvidas, se conseguirmos focar e desenvolver as questões que nos foi repassado hoje, isso tem tudo para acontecer e, o melhor, em curto prazo”, afirmou Noeli.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *