Rainha e Princesas da 7ª Festa da Erva-Mate já estão definidas

Na quinta-feira, 8 de novembro, aconteceu nas dependências do Salão da Igreja Ucraniana, o jantar de escolha da rainha e princesas da 7ª edição da Festa da Erva-Mate. O evento foi realizado pela Associação Vale do Mate com o apoio da Prefeitura Municipal e contou com a presença de convidados e autoridades, produtores e empresários do setor, que prestigiaram o desfile das 14 candidatas e ainda saborearam um delicioso jantar, com pratos a base de erva-mate.

A solenidade contou com a presença do prefeito municipal Euclides Pasa (Bibi), o vice-prefeito Ronaldo Schibernig (Gitica), dos vereadores Luis Carlos Matzenbacher, Zeno Kaziuk e Izak Lopes, do secretário da Agricultura e Meio Ambiente Valdir Ostrowski, do presidente da Associação Vale do Mate João Chavarski, da vice presidente Carla Mikolaiewski e de Cleacir Dall Agnol Junior – chefe do escritório regional da EMATER (núcleo de União da Vitória) e José Nelson Zubiaure e demais autoridades.

Anatalia Kutzner, Emily Karas, Emili Zareba, Emily Soares, Gabriele Amanda Wionzek, Geysi Filipiak, Izabela Matzenbacher, Jussara Paola Machado, Kelly Gaias, Maiara Ulbinski, Renata Muncinelli, Stefanie Fialek, Talita Ferreira e Talisa Luby foram as 14 candidatas que disputaram aos títulos e abrilhantaram a noite com muita beleza e simpatia.  Durante os desfiles, as candidatas foram avaliadas em quatro quesitos: desenvoltura na passarela, elegância, simpatia, e beleza, com notas de 5 a 10, podendo ser fracionada. Os jurados desta edição foram Patrícia Checozi, Ricardo Silveira e Sônia Beuren Pereira.

Encerrado o desfile, enquanto era realizada a contagem dos pontos, foi servido aos presentes, um delicioso jantar, que contou com pratos a base de erva-mate, como a farofa de erva-mate, raviolli de erva-mate ao molho branco, tabule com sabor de erva-mate e até sorvete de erva-mate. Quem saboreou, aprovou.

 

 

Para o evento A Associação Vale do Mate, preparou homenagens à pessoas, empresa e Instituto que vem ao longo do tempo destacando-se tanto na cadeia produtiva, bem como na difusão de conhecimento da cultura da erva-mate no município de Cruz Machado. O Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMATER, recebeu destaque pelas parcerias e esforços conjuntos em prol da cadeia produtiva da erva-mate.

 

Equipe Emater recebendo o prêmio desque Vale do Mate, juntamente com o prefeito municipal Euclides Pasa e o secretário da Agricultura e Meio Ambiente Valdir Ostrowski. Foto: Sueli Gabsk

A ervateira mais antiga em atividade do município de Cruz Machado, também recebeu o seu destaque. Com 38 anos de história a Ervateira Palmital foi fundada em 28 de abril de 1980 pelo Sr. Univaldo Paglia (falecido), na localidade da Linha Palmital, três anos depois mudou-se para a Linha Iguaçu Norte onde hoje, a empresa possui um dos mais modernos sistemas de secagem e cancheamento de erva-mate, produzindo assim um produto de alta qualidade, que chega ao mercado consumidor com a marca Erva-mate Palmital. O Sr. Ademar Paglia, proprietário da Ervateira Palmital foi quem recebeu a homenagem.

Ademar Paglia recebendo o prêmio destaque das mãos da vice presidente da Associação Vale do Mate, Carla Mikolaiewski, juntamente com o prefeito municipal Euclides Pasa. Foto: Sueli Gabsk

Outro destaque foi para o professor Luis Carlos Lopes, professor da rede municipal de ensino à 28 anos, leciona na Escola Municipal Dr. Lauro Muller Soares, no distrito de Santana. O professor desenvolveu o projeto com os alunos do 5° ano, onde foi um dos projetos premiados no Prêmio Helena Kolody – edição 2018, onde o projeto teve como principais objetivos:

  • Estimular a produção sustentável da erva-mate no município de Cruz Machado;
  • Demonstrar a influência da erva-mate na formação do Estado do Paraná e no município de Cruz Machado, no contexto histórico, econômico e cultural;
  • Ampliar o conhecimento dos alunos sobre a cultura da erva-mate e seus benefícios para a saúde;
  • Conhecer todo o processo da cadeia produtiva da erva-mate, desde a escolha da matriz para a coleta de sementes, produção de mudas, tratos culturais, até o beneficiamento na indústria;

Por motivos de saúde, o professor Luiz Carlos Lopes não pode estar presente, o Diretor da Escola Municipal Lauro Muller Soares, o Sr. José Alceu Iwanczuk, recebeu em seu nome a homenagem.

José Iwanczuk recebendo das mãos do vice prefeito Ronaldo Schibernig o prêmio destaque em nome do prefessor Luis Carlos Lopes. Foto: Sueli Gabsk

Outro destaque foi para um dos maiores produtores de erva-mate comprovado através de nota fiscal de produtor emitidas: Mateus Holocheski Junior. Mateus tem sua propriedade localizada na  linha 5° Vicinal Vitória, possui  um  sistema  de  cultivo  de erva-mate adensado,  (com um número maior de plantas na mesma área), também vem trabalhando  no sombreamento dos seus ervais com a espécie símbolo do Estado do Paraná, o pinheiro araucária.

Mateus Holocheski recebendo o prêmio destaque das mãos do secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Valdir Ostrowski. Foto: Sueli Gabsk

A agricultura familiar também foi destaque. O jovem agricultor Fábio Rafael Fialek, com 21 anos reside na Linha Colônia Nova é acadêmico do curso de Administração e no ano de 2016 juntamente com a sua família deu início a concretização de um dos seus sonhos: beneficiar e empacotar a sua própria erva-mate, cultivada com muito carinho e dedicação, surgindo assim a Erva Mate Estância Fialek. Produzida de modo artesanal, conhecido também como barbacuá, onde o processo de secagem da erva-mate é mais longo o que proporciona um aroma e sabor diferenciado no produto final.

Fábio Fialek recebendo o prêmio destaque das mãos do presidente da Associação Vale do Mate, João Chavarski. Foto: Sueli Gabsk

 

Valdir Ostrowski entregando o prêmio para Renata Muncinelli que conquistou 890 likes na págia oficial da festa. Foto: Sueli Gabsk

Naturalmente o momento mais aguardado da noite foi a divulgação do resultado das eleitas. Mas antes foi feita a premiação da foto mais curtida das candidatas. O pequeno concurso não teve influencia no resultado da noite e foi realizado na pagina oficial da Festa, onde as candidatas foram apresentadas. A votação foi encerrada no início do evento e a candita que mais recebeu curtidas foi Renata Muncinelli que conquistou 890 likes.

Até a divulgação do resultado do concurso de escolha das representantes da 7ª edição da Festa da Erva-Mate, muita gente ficou com o coração na mão. A expectativa em torno do concurso é sempre grande, já que o  mesmo já se tornou tradicional na cidade. O resultado é sempre uma surpresa. O título de segunda princesa com 1.125 pontos foi conquistado por Emili Zaremba, que parecia não acreditar no que estava acontecendo. Já com 1136 pontos Maiara Ulbinski consagrou-se como 1ª princesa. Já o tão almejado título de rainha da festa foi para Stefanie Fialek, que conquistou a coroa com 1181 pontos. A emoção tomou conta das vitoriosas assim como de seus familiares. A escolha deste ano foi um desafio para jurados. As candidtas eleitas receberam prêmios em dinheiro, patrocinados pela indústria ervaterira Qualitá Mate e Chá.

A 7ª Festa da Erva-Mate acontece no mês de dezembro, entre os dias 14 e 16. Este ano a festividade acontecerá na rua em frente à prefeitura municipal e promete ser mais uma vez, um evento grandioso. Para os três dias de festa estão previstos workshop, apresentações culturais, show de gaita e violão, concurso da maior folha de erva-mate e chimarrão em 10 segundos, chegada do papai noel, shows e muito mais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *