Manejo de bracatinga agora é regulamentado por portaria

            Aconteceu ontem (26) nas dependências da Uniguaçu, em União da Vitória, uma importante reunião sobre o manejo da bracatinga e outras árvores nativas em nossa região. No encontro estiveram presentes o chefe da casa civil Valdir Rossoni, o presidente do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Luiz Tarcísio Mossato Pinto, Deputados Estaduais Alexandre Curi, Bernardo Ribas Carli e Hussein Bakri, prefeitos da Ansulpar (Associação dos Municípios Sul Paranaense) entre outras autoridades.

            Na presença de agricultores, madeireiros, entre outros, foi assinada a portaria 198/2017 que irá regulamentar o manejo de bracatinga no Estado. A regulamentação possui objetivo de fiscalizar, evitar abusos e exploração clandestina.

            Para realizar o manejo, será necessário solicitar ao IAP autorização florestal, a qual terá validade de 3 anos. Além de outros documentos, a nova portaria determina que a solicitação só seja aceita com inventário florestal do local, Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) por profissional devidamente habilitado e recibo de inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

            Após comprovação documental e analise técnica a autorização será emitida, porém a área será destinada exclusivamente para o manejo da espécie, sem que seja possível qualquer outra atividade ou expansão agrícola.

            Típica do Paraná, a bracatinga é uma árvore de rápido crescimento, muito utilizada para produção de carvão e construção mobiliária, movimentando assim a economia local.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *