Associação dos Agricultores e Trabalhadores Rurais da L. Encatilado inaugura secador

Na terça-feira, 28 de agosto, aconteceu a solenidade de inauguração da unidade de secagem e armazenagem de grãos da Associação dos Agricultores e Trabalhadores Rurais da Linha Encantilado (AATRE).  A conquista foi através da organização da associação que buscou recursos junto ao Programa de Desenvolvimento Econômico e territorial Pró-Rural, através de recursos do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento BIRD – Estado do Paraná sob a coordenação da SEAB/EMATER. Na obra foram investidos a fundo perdido aproximadamente 350mil reais, entre estrutura, equipamentos e mão de obra.

Na solenidade esteve presente o prefeito municipal Euclides Pasa (Bibi), o Secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Valdir Ostrowski, Cleacir Júnior Dall Agnol, gerente regional da Emater, Jair Scaramella de Mello, chefe do Núcleo Regional da Seab em União da Vitória, José Nelson G. Zubiaurre (Emater) e demais autoridades e sócios da associação.

A organização é formada por associados das linhas Encantilado, Paraná, Vitória e Iracema e conforme destaca Orlando Podstawka, presidente da associação, agora o produtor não precisa mais se deslocar até a cidade para realizar a secagem dos grãos, com o secador o agricultor pode vender o seu produto com um valor melhor. Quem tiver interesse em participar da associação, esta convidado a se associar e será muito vindo, finaliza Podstawka.

Para Valdir Ostrowski, Secretário da Agricultura e Meio Ambiente é uma satisfação para a pasta poder participar do evento e destacou a importância da instalação do secador, que veio de encontro às necessidades que o produtor da comunidade tinha. A região se destaca na produção de milho e com o projeto será possível agregar valor ao produto. A prefeitura apoiou o projeto com a terraplanagem para que a estrutura pudesse ser montada.

Renda e cidadania do campo é um dos objetivos do projeto e como destaca José Nelson Zubiaurre, “a comunidade sentiu a necessidade em função da demanda de produtos agrícolas, e por estar em um região estrategicamente colocada e não tendo a prestação destes serviços optou por fazer uma unidade de secagem e armazenagem de grãos , favorecendo a uma melhor qualidade do produto, porque, normalmente na nossa região quando há a colheita dos produtos, o teor de umidade é muito grande e esse trabalho de secagem, vai favorecer aos produtores, de terem uma umidade relativa adequada em torno de 13, 14% e armazenar esse produto para ter melhores condições de comercialização.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *